Bolsa Amélia Rey Colaço com mais de 70 candidaturas
04 de Junho, 2020

Depois de um alargamento do período de candidaturas por dois meses, fruto da pandemia de Covid-19, encontram-se agora encerradas as candidaturas para a Bolsa Amélia Rey Colaço, projeto que junta o Centro Cultural Vila Flor (Guimarães), O Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo), o Teatro Nacional D. Maria II (Lisboa) e o Teatro Viriato (Viseu).

Esta que é a 3ª edição da Bolsa de criação atribuída anualmente pelos quatro espaços culturais, recebeu 74 candidaturas, cerca do dobro em relação ao número de projetos candidatos na edição anterior.

Com um prémio pecuniário de 22.000 euros, a Bolsa destina-se a apoiar a produção do projeto vencedor, que terá ainda acesso a várias residências artísticas e à estreia e apresentação do seu espetáculo nos espaços das quatro entidades organizadoras da Bolsa.

O vencedor da 3ª edição da Bolsa Amélia Rey Colaço será conhecido a 30 de junho.

Informação em destaque
PSD defende redução do IMI
29 de Outubro, 2020
BE defende mais investimento em transportes, habitação e apoios sociais
29 de Outubro, 2020
AAUM promove recolha de sangue a favor do António
28 de Outubro, 2020
Escola Superior de Enfermagem da UMinho celebra 108 anos
29 de Outubro, 2020
CMG celebra protocolo com delegação de Guimarães da CVP
29 de Outubro, 2020
António Cunha toma posse como presidente da CCDR Norte
29 de Outubro, 2020
Publicidade