Guimarães define linhas do Plano de Ação para a Cultura
20 de Maio, 2020
Guimarães vai ter um Plano de Ação para a Cultura para apoiar a área da Cultura.
O Município de Guimarães levará a cabo o processo de mapeamento do setor Cultural, incluindo todos os artistas, equipas técnicas, empresas e profissionais de indústrias criativas, com o objetivo de obter um conhecimento mais profundo e real do setor, das suas problemáticas e a adequação de futuras medidas.
 
As linhas de ação essenciais já foram definidas, a começar pelo mapeamento, que será complementado por um questionário a todas as Associações Culturais de Guimarães para avaliação dos efeitos da crise neste setor, com duas preocupações centrais: situações específicas de efeitos orçamentais e efeitos na atividade regular da entidade, tendo em vista a sua continuidade.
 
No Apoio à Criação e Atividade Cultural serão analisadas todas as candidaturas submetidas até 29 de maio, no âmbito do Investimento Municipal em Projetos e Atividades Culturais, Territoriais e Artísticas (IMPACTA), com uma forte componente de acompanhamento técnico em momentos de submissão.
 
A Agenda Cultural assentará na disponibilização digital de conteúdos.
O Município de Guimarães e a Oficina começarão de imediato a identificar conteúdos digitais previamente existentes para disponibilização. Serão captados em vídeo e áudio novos espetáculos contratados com recurso a empresas locais e aproveitar-se-á a circunstância atual para captação de espetáculos em locais improváveis, dando um carácter diferenciador e promovendo a cidade juntamente com os seus artistas.
Na plataforma estarão espetáculos, exposições, visitas guiadas, conteúdos exclusivos e “behind the scenes”, entre outros. Este plano de ação contempla ainda uma Open Call “desCONFI(n)AR”, sendo disponibilizada uma verba de 50 mil euros no apoio até 10 projetos.
 
Estando a maioria da população ainda em confinamento social, será aberta uma Call para propostas de trabalhos de comunidade e atividades culturais que se adequem à situação atual, com ideias diferenciadores (ex: espetáculos à janela; arte por correio; Sons da Cidade…).
 
Serão priorizados projetos que valorizem a cocriação comunitária e os processos colaborativos de criação. O Município vai ainda acolher propostas para a programação das comemorações do “24 de junho – Dia Um de Portugal” e Gualterianas, com recurso a atividade cultural contratada a artistas vimaranenses, com forte pendor simbólico e garantindo o cumprimento de todas as medidas de contenção impostas à data.
Informação em destaque
Covid-19: 466 novos casos registados numa semana
15 de Janeiro, 2021
Teleférico de Guimarães encerrado até 30 de janeiro
15 de Janeiro, 2021
Restrições no contexto de confinamento para Guimarães
15 de Janeiro, 2021
‘A Oficina’ suspende atividades e encerra espaços culturais
14 de Janeiro, 2021
Portugal já entrou no novo confinamento
15 de Janeiro, 2021
IPMA: distrito de Braga em alerta devido ao frio
15 de Janeiro, 2021
Publicidade