Covid-19: Deco alerta para esquemas fraudulentos
06 de Abril, 2020
Covid-19: Deco alerta para esquemas fraudulentos Em plena crise de saúde pública e de fragilidade social, a vulnerabilidade dos cidadãos é um terreno fértil para esquemas fraudulentos. E neste sentido há cuidados a ter.
 
A Associação de Defesa do Consumidor – DECO alerta para quatro tipos de esquemas fraudulentos: campanhas de angariação de fundos para combate à doença; testes de despiste da covid-19; plataformas de informação sobre evolução da pandemia e campanhas de vacinação comparticipadas pelo SNS.
 
Tendo em conta que muitos dos esquemas chegam por e-mail, WhatsApp ou até por sms, a associação deixa sete regras para evitar ser burlado:
 
- Leia bem o texto. Se tiver erros ortográficos ou incoerências gramaticais, apague.
 
- Desconfie se estiverem escritos noutro idioma. Os organismo oficiais comunicam em português de Portugal.
 
- Não clique no link. Copie o endereço e cole-o na caixa de pesquisa do Google. Se for malicioso, certamente que encontrará informação sobre o esquema. O importante é não clicar.
 
- 'Quando a esmola é muita, o pobre desconfia' é um provérbio que serve como uma luva a estas mensagens armadilhadas. Ainda não há cura para a covid-19. Se lhe propuserem uma solução, trata-se provavelmente de uma fraude.
 
- Confie apenas em comunicações de organismos oficiais, como a Direção-Geral da Saúde e o Ministério da Saúde. - Desconfie se lhe oferecerem máscaras, gel desinfetante ou até papel higiénico. Estes bens de primeira necessidade que agora vão escasseando nas prateleiras são também um ótimo engodo.
 
- Suspeite de endereços que remetam para formulários de levantamento de dados pessoais. O objetivo é recolher dados que, em muitos casos, permitem aceder às credenciais de acesso ao e-mail ou ao homebanking. Esta informação nunca é pedida, nem por escrito, nem por telefone. As passwords devem ser intransmissíveis.
Informação em destaque
HSOG: projeto por SMS permite acompanhar percurso dos doentes
20 de Janeiro, 2021
CDPC apela ao cumprimento as restrições do confinamento
20 de Janeiro, 2021
Covid-19: JF S. Torcato apela ao reforço do voluntariado
20 de Janeiro, 2021
UM discute a "Evolução e impacto da COVID-19 na região Norte"
20 de Janeiro, 2021
Novas restrições do confinamento entraram em vigor
20 de Janeiro, 2021
ANEPC alerta para agravamento do estado do tempo
20 de Janeiro, 2021
Publicidade