Sinos das igrejas de Guimarães anunciam saída da Marcha Gualteriana
06 de Agosto, 2018
A Marcha Gualteriana sai às ruas de Guimarães esta segunda-feira, 06 de agosto, às 22h.
 
O início da Marcha será anunciado através de um repique simultâneo dos sinos das igrejas de Guimarães, em vez da tradicional girândola de fogo. Os sinos irão soar nas igrejas a repique, tocando o Hino da Cidade de Guimarães ou, em alternativa, será tocado um repique de festa.
 
A Associação Artística da Marcha Gualteriana considera que esta solução é uma medida ambientalmente amigável pelo que agradece, desde já, a colaboração e apoio de todos.
 
Esta medida deve-se à situação de alerta anunciada para este período de intenso calor, por despacho do Governo emitido na passada quarta-feira.
 
Recorde-se que o Ministro da Administração Interna declarou a Situação de Alerta para o período compreendido entre os dias 2 e 6 de agosto, para a globalidade do território continental, considerando o comunicado da Autoridade Nacional de Proteção Civil da passagem aos Estados de Alerta Especial Vermelho e Laranja do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios.
 
O desfile da Marcha Gualteriana encerra as Festas da Cidade. Na edição deste ano é novidade, ainda, o arranque da Marcha às 22h, uma hora mais cedo que o habitual.
 
A Marcha conta com nove carros de diferentes temáticas: Cidade de Guimarães, República Checa, Brave, Sociedade Musical de Guimarães, Universidade do Minho, Hawai, Música no Coração – com música ao vivo ao cargo da Sociedade Musical de Pevidém, Arte Barroca e o mítico Balonas.
 
Entre os carros alegóricos exibem-se 13 números vivos a cargo de várias associações vimaranenses.
Informação em destaque
Lançamento de projeto Erasmus+ Líderes em Ação
17 de Outubro, 2018
“Alterações Climáticas: Resiliência Local & Cenários Globais”
16 de Outubro, 2018
UM: Alargamento de oferta de alojamento
16 de Outubro, 2018
Expedição Fotográfica" | Prémio Martins Sarmento
17 de Outubro, 2018
Guimarães amplia oferta de alojamento para estudantes
17 de Outubro, 2018
Famalicão debate economia circular
16 de Outubro, 2018
Publicidade